Nova turnê de Ana Carolina e Seu Jorge

Ana Carolina e Seu Jorge estão novamente juntos após mais de uma década desde que cruzaram seus caminhos artísticos pela primeira vez, em um projeto com apenas quatro apresentações ao vivo, mas que se transformou em um enorme sucesso, com um CD e um DVD que chegaram ao topo das paradas nacionais e se transformaram em um dos maiores recordistas de venda da música popular brasileira.

Ana Carolina e Seu Jorge 1 - Credito Divulgacao

Agora, a parceria da dupla de cantores, compositores e instrumentistas se junta aos produtores e Dj Mikael Mutti e o músico Rodrigo Tavares em um novo projeto que passa por várias capitais de todo o país. O novo show irá relembrar os melhores momentos do show Ana & Jorge de 2005, além dos maiores sucessos dos dois artistas e novas parcerias.

Antes de colocarem os pés na estrada pelos quatro cantos do Brasil no início de abril, a dupla lançou nas rádios e lojas virtuais um novo single – “Mais uma vez (Nós dois)”. A canção, assinada por Ana Carolina em parceria com Dudu Falcão, Gabriel Moura, Pretinho da Serrinha e Leandro Fab, foi lançada simultaneamente pelas gravadoras Sony Music e Universal Music, em uma parceira inédita no mercado fonográfico.

A nova turnê de Ana & Jorge estreou em São Paulo e mais de 70 mil pessoas já assistiram o show, que passou por Salvador, Rio de Janeiro, Brasília, Florianópolis, Porto Alegre, Recife, Fortaleza e Belo Horizonte. Nos dia 28 e 29 de outubro, a dupla esteve em Portugal, nas cidades de Lisboa e Guimarães, respectivamente. Confira mais informações ao final do release.

O projeto, concebido pelas produtoras dos artistas, Armazém (Ana Carolina) e Cafuné (Seu Jorge), tem a direção de produção da Tribo Produções. A turnê é realizada em todo o país pela Hits Entretenimento.

Ana & Jorge

O encontro de Ana Carolina e Seu Jorge, no final de 2005, aconteceu em um momento especial na carreira de ambos. Naquele período, Ana Carolina colhia os louros dos primeiros cinco anos de uma das carreiras mais bem sucedidas da Música Popular Brasileira, com vendas superiores a mais de 3 milhões de discos desde o seu primeiro lançamento em 1999 e dezenas de hits que se alternavam nas rádios, nas trilhas de novelas e principalmente, na boca do povo.

Seu Jorge, por sua vez, depois da consagração do filme “Cidade de Deus”, alçava um grande voo em direção ao cinema internacional, escrevendo seu nome no  rol dos jovens e talentosos atores do cinema mundial. Isso, sem abandonar a música – parceira sempre disposta a novos encontros.

E foi em um desses encontros no Brasil, que ele, chamado para se apresentar em um projeto especial no formato acústico, promovido por uma casa de shows em São Paulo, teve a ideia de convidar Ana Carolina para dividir com ele o palco e as canções.

E assim, os artistas que já se conheciam e se respeitavam, e que já haviam trabalhado como parceiros musicais, encontraram-se em 2005 para, em uma semana, prepararem o show que se tornou o antológico “Ana & Jorge” – um dos mais importantes projetos da música brasileira de todos os tempos.

Durante uma semana, em São Paulo, na garagem da casa de Seu Jorge, com instrumentos à mão, crianças brincando e amigos indo e vindo, o show tomou forma. Nada foi idealizado, não havia um conceito, um roteiro a seguir. E as canções foram brotando e sendo lapidadas. O que os unia era o desejo de estar juntos, criar o seu som e extravasar a admiração que tinham um pelo outro.

Gravado em CD e DVD, o show chegou a todos os lugares, no Brasil e no mundo. No repertório, canções escolhidas aleatoriamente, com temas em comum: muita amizade, mas também muito protesto pelo momento político que se atravessava então. Algumas das canções lançadas na época, continuam atualíssimas no dia de hoje, como “Unimultiplicidade”, que Ana Carolina assinou em parceria como Tom Zé, e cujos versos diziam: ”Neste Brasil corrupção pontapé bundão/ puto saco de mau cheiro/ do Acre ao Rio de Janeiro/…Tem sempre alguém se dando bem/ de São Paulo a Belém” ou “Zé do Caroço”, de Leci Brandão, cantada por Seu Jorge: “E o Zé do caroço trabalha… E o Zé do caroço batalha e que malha é o preço da feira”.

Um novo encontro

Desde 2005, este encontro ainda ecoa por todas as rádios, refletido através de canções como “É isso aí”,  versão de Ana Carolina para o hit de Damien Rice “The Blowers Daughter” escrita para o filme “Closer”, e até hoje um grande sucesso em todo o país.

Apesar do sucesso do show e do lançamento do CD e DVD, Ana e Jorge já tinham individualmente projetos pessoais em andamento que não permitiram que fosse realizada uma turnê de lançamento dos produtos, com a reapresentação do show gravado. A decisão confirmou-se como tendo sido a melhor, na época. Durante os anos seguintes, Ana Carolina e Seu Jorge construíram cada um uma sólida carreira, com muitos sucessos, muitos prêmios e principalmente, um imenso reconhecimento do público.

Decorridos pouco mais de 10 anos, os artistas decidiram comemorar em grande estilo seu encontro único, organizando em conjunto a turnê que não foi possível realizar em 2005. O sentimento, o carinho e a alegria são exatamente os mesmos, prometendo neste novo encontro toda a energia e espontaneidade que marcaram o primeiro encontro da dupla há mais de 10 anos.

 

Entre os meses de abril e junho de 2016, o duo Ana & Jorge finalmente chega aos principais palcos de todo o Brasil. Vai ter valido a pena esperar.

Senhoras e senhores, com vocês, novamente, Ana & Jorge !!!!

Repertório

1. “Tanta Saudade”
2. “Pole Dance”
3. “Mina do Condomínio”
4. “Cantinho”
5. “Charteton”
6. “É Isso Aí”
7. “Mais Uma Vez”
8. “Quem Não Quer Sou Eu”
9. “Não Diga Nada”
10. “Coleção”
11. “Cabide”
12. “Vox Populi”
13. “Comparsas”
14. “Pequinês e Pitbul”
15. “Tiro ao Álvaro”
16. “Chiclete com Banana”
17. “Um Dia Um Adeus”
18. “Mal Acostumado”
19. “Para Rua Me Levar”
20. “Livre”
21. “Carolina”
22. “Salve Jorge”
23. “Sinais de Fogo”
24. “Amiga da Minha Mulher”
25. “Elevador”
26. “Garganta”
27. “Mais Uma Vez”
28. “Beat da Beata”

Fonte: Midiorama